Com o objetivo de apontar tendências e buscar compreender como o mercado de mídia e marketing tem atuado no setor, o Relatório Anual de Marketing de 2022 foi realizado com aproximadamente 2 mil profissionais de marketing ao redor do mundo em dezembro de 2021 e janeiro de 2022.

“A nossa pesquisa reafirma que os profissionais de marketing querem aportar investimento financeiro em canais para entregar ROI imediato, mas isso deve ser equilibrado com o brand lift geral da marca. À medida que o engajamento de mídia muda, a agilidade e os dados são essenciais para otimizar todo o funil de marketing”, afirma Jamie Moldafsky, Chief Marketing Officer da Nielsen.

“Com a iminente eliminação de cookies de terceiros, é compreensível ver os profissionais desta indústria priorizando a personalização e alinhando sua marca com causas com as quais seus clientes se preocupam”, completa.

A pesquisa também tem o Brasil entre os principais mercados analisados, e contemplou os setores automobilístico, serviços financeiros, FMCG, tecnologia, saúde, farmacêutico, viagens, turismo e varejo, que gerenciam orçamentos na área a partir de US$ 1 milhão.

Os profissionais globais do setor têm priorizado o digital e evidencia a falta de confiança deles nos dados na tomada de decisão, o que também foi um dos destaques do levantamento.

Apenas 26% estão totalmente confiantes em seus dados de audiência. Com a fragmentação digital contínua, os executivos relatam que a precisão dos dados, a mensuração e o ROI (valoração) são algumas das principais preocupações.

Além disso, os executivos do setor estão com dificuldade em acompanhar as mudanças de hábito do consumidor na mídia.

Para 69% dos entrevistados, os dados primários são essenciais para suas estratégias e campanhas, já cerca de 72% avaliam que têm acesso a dados de qualidade.

Relatório Anual de Marketing aponta tendências e desafios para 2022

Aproveitamento

Quase dois terços (64%) dos entrevistados afirmaram que a mídia social é o canal pago mais eficaz nas redes sociais, com a liderança do TikTok e o do Instagram.

Com o objetivo de obter reconhecimento da marca é necessário aproveitar a variedade de canais para alcançar um público mais amplo.

O crescimento da mídia segmentada amplia a necessidade de mensuração, tendo em vista que a confiança dos profissionais do setor em medir o ROI do funil completo é de apenas 54%.

A remoção do vídeo online e móvel e a confiança na medição do ROI em todos os outros canais está abaixo de 50% globalmente e, embora quase metade dos entrevistados planeje aumentar seus gastos em podcasts, sua confiança na medição do ROI desse investimento é de 44%.