Conforme o mercado de marketing de influência amadurece os dados vão se tornando cada vez mais norteadores nas decisões dos criadores de conteúdo. Hoje, já não basta falar apenas em engajamento de postagem ou fechar parcerias, é necessário estar por dentro das métricas e dominar as ferramentas para cuidar dos números e algoritmos.

“Embora isso possa ser assustador em primeiro momento, principalmente para os micros criadores que lidam muito com a criatividade e não gostam de pensar nos números, são as métricas que indicam se a campanha deu certo ou não”, afirma Andressa Griffante, proprietária e CEO na RSbloggers durante o 4ª Prêmio Microinfluenciadores Digitais e 10ª edição do Fórum sobre Marketing de Influência.

“No fim das contas, é essencial ter contato com as métricas, pois tempo todo estamos medindo. Dizer que um post ‘flopou’ ou viralizou é uma análise dos indicadores, é uma análise de métricas”, completa.

Métricas e ferramentas afiadas transformam os índices de rentabilidade dos micro criadores de conteúdo

 

RESULTADOS

Para obter um feedback da campanha e chegar exatamente na métrica que precisa ser medida, Nayara Ruiz, Diretora de Mobilização e Engajamento Social na Bloom Care, ressalta que o mais importante é ter um objetivo bem definido.

“Ao falar em métrica é importante definir o objetivo da campanha. Esse é o ponto de partida. O objetivo da campanha vai ajudar a escolher quais métricas serão de fato medidas, e também auxilia na construção do conteúdo”, destaca Ruiz.

Ter um objetivo definido traz um impacto direto para o trabalho e para a rentabilidade dos microinfluenciadores, tendo em vista que eles são essenciais para a obtenção das métricas necessárias para algumas campanhas.

“Se eu quero fazer uma campanha de alta visibilidade, é importante olhar para o alcance dos criadores, e talvez trazer o micro não faça sentido nesse contexto. Mas se eu tenho uma campanha de consideração e estou buscando uma autoridade dentro de uma comunidade, os microinfluenciadores iria me ajudar bastante, assim como em uma campanha de conversão, pois eles possuem um público altamente engajado.

CONHECIMENTO TRAZ BOAS MÉTRICAS

Para quem está iniciando na área e deseja aumentar a rentabilidade, Andressa Griffante acredita que o melhor a se fazer é buscar conhecimento em relação as métricas.

“Hoje não faltam artigos sobre métrica, objetivos e indicadores. Assuntos que eram confusos para muita gente agora podem ser explorados no universo digital devido a facilidade no acesso”, afirma.

“Além do conhecimento em cursos, artigos e consultorias, seguir pessoas que falam sobre isso e compartilham esse tipo conteúdo também pode ajudar. Acompanhar eventos que tratam sobre o assunto, como o Fórum de Marketing de Influência, também é um bom caminho”, completa.

Aos criadores, Nayara Ruiz recomenda que conheçam bem a própria audiência para saber quais resultados positivos podem agregar a campanha.

“Saiba onde você é bom e o que você pode agregar para as marcas. Tudo depende do objetivo da campanha, e ao pensar nos criadores, a performance nas métricas de alcance, conversão e consideração importa bastante”, ressalta.

Para as marcas e agências, Ruiz recomenda atenção ao definir qual mensagem a empresa deseja passar com aquela iniciativa. “A definição de objetivos de campanha parece uma coisa fácil quando se olha de três grandes perspectivas, sendo elas o awareness, consideração e conversão, mas nem sempre é tão simples de definir”, completa.

 

SAIBA MAIS

Quer conferir todos os debates e conversas do evento? O 4ª Prêmio Microinfluenciadores Digitais e 10ª edição do Fórum sobre Marketing de Influência está disponível na integra no canal da Negócios da Comunicação.

Clique aqui para assistir ao evento.

Oferecimento

admin-ajax

logo-com-selo-125-anos-horizontal-1

intel-logo-ub-rgb_1c-classic-1

nissan-brand-wordmark-rgb-b-png