copia-de-sem-nome-9

Conseguir entregar o conteúdo adequado no momento ideal para o seu público tem sido um desafio que vem exigindo cada vez mais competências – muito além da tecnologia. São fatores que englobam capacidade de produção de conteúdo, de forma satisfatória na era do imediatismo, inteligência de mídia e também uma boa metodologia.

“Entre os temas que ocupam lugar de destaque ao pensar no futuro está a capacidade de entender o outro. Ou melhor, a capacidade de fazer desta conexão com o outro uma jornada de contatos relevantes, seja na entrega de informações sobre determinado benefício de produto ou serviço, até na abordagem comercial, quando o consumidor está propenso ao ato do consumo”, comenta Daniel Mourão, CEO da BBRO, boutique de comunicação, tecnologia e negócios.

Com uma abordagem por diversos ângulos, a empresa promoveu um estudo com as principais tendências do mercado para 2021, com base nos efeitos pós-pandemia que irão gerar transformações aceleradas e permanentes.

Marcas protagonistas

Um dos destaques observados na pesquisa fica por conta da influência do conteúdo nos mais diversos formatos, já que amplia a diversidade das vozes ao dar potência ao passo transformador. Seja isso no branding, na publicidade, no social media ou no jornalismo.

E na esteira desse movimento está o combate às fake news, não apenas no universo político, mas também das marcas. Mapear o posicionamento da empresa e identificar os detratores de marca é uma forte tendência e fundamental para otimizar a performance nas mídias, redes e plataformas.

Confira alguns dos destaques identificados pela pesquisa e 7 tendências fundamentais para o futuro.

Destaques da pesquisa

  • 46% dos consumidores valorizam experiências virtuais online;
  • 70% dos profissionais acreditam que o maior foco nos estilos de vida terá um peso muito forte no pós-pandemia;
  • 51% dos consumidores citaram o tempo para atividades pessoais entre suas três prioridades;
  • 64% dos profissionais acreditam que o home office será uma mudança permanente;
  • 700% foi o índice de crescimento de instalações de apps de delivery na cidade de São Paulo durante a pandemia.

7 Tendências do futuro para não perder de vista

1. Mobile Super First

Mobile First é um conceito que vai muito além de transformar o seu site em responsivo. Criação de conteúdos mais concisos e qualificados. Uma informação mais complexa deve ser entregue em várias etapas e, para isso, é preciso continuar a se comunicar com seu potencial consumidor no hábito de navegação.

2. Mídias Sociais além do trivial

As mídias sociais são os melhores veículos para a geração de frequência de comunicação com seus consumidores. Repense sua estratégia agora! Líderes mundiais se valeram de seus postos usando sabiamente o poder das mídias sociais

3. Reveja todos os seus pontos de contato

A era da instantaneidade exige atendimento superágil. BOTS inteligentes, WhatsApp e entrega rápida de produtos já deixaram de ser um diferencial competitivo. É uma questão de sobrevivência.

4. Domine a jornada de conteúdo nos mecanismos de buscas

Trabalhe a presença da sua marca desde a etapa do conhecimento, passando pela consideração, avaliação e conversão dos produtos e serviços que você oferece. Desta forma, você será capaz de entender profundamente os anseios de seus consumidores, além de converter mais e liderar qualquer processo de inovação.

5. Decida com o apoio de dados confiáveis

Invista em plataformas de coleta e consolidação de dados. Você necessita de dados para tomar decisões inteligentes.

6. Invista nas identidades plurais

Suas campanhas devem considerar esta macrotendência, que está intimamente ligada aos conceitos dos anseios pelo bem-estar coletivo e individual, individualismo não egoísta e diversidade reconhecida.

7. Use vídeos

O consumo de informações pelas redes sociais abre um campo para usar vídeos, uma ferramenta para expandir a persuasão qualificada e fragmentada, mas de maneira contínua, com altos índices de engajamento e visibilidade.