O chefe do Instagram, Adam Mosseri, anunciou a chegada dos três tipos de feeds personalizados e a volta do conteúdo por ordem cronológica neste ano. Com as alterações na plataforma, os criadores terão a oportunidade de gerar conteúdos mais orgânicos e a promessa é que o alcance atinja pessoas além dos usuários que já interagem com as postagens das marcas.

“As mudanças na plataforma podem trazer benefícios para os creators, já que a ordem cronológica do feed vai gerar oportunidades na criação de conteúdos mais orgânicos. Com a mudança em 2016, os posts começaram a ser entregues conforme o usuário interagia com os perfis, marcas e tipos de conteúdo. No início essa mudança prejudicou um pouco o trabalho dos influenciadores”, afirma Rafael Arty, sócio e diretor comercial da Squid, empresa de tecnologia especializada em marketing de influência.

A plataforma terá três visualizações diferentes de tela, sendo elas ‘Home’, ‘Favorites’ e ‘Following’.

As novidades estão nas abas ‘Favorites’ e ‘Following’, que retomam a visualização de posts em ordem cronológica. A diferença entre elas é que a primeira opção é composta por uma lista de perfis selecionados e a segunda se refere a postagens de todos os perfis que o usuário segue.

Na aba ‘Home’, o feed se mantém como é conhecido atualmente, ou seja, com o ranqueamento de postagens de acordo com o que o algoritmo acredita que seja de interesse do usuário.

Segundo Rafael Arty, lidar com essas alterações pode ser um desafio para a publicidade de marcas no início, mas a longo prazo, essa mudança vai gerar diversas oportunidades na criação de conteúdo orgânico, apresentando abertura para um cenário de aproximação do usuário com a marca.

Para o especialista, investir nesse tipo de conteúdo é um dos caminhos para utilizar a atualização de forma favorável e gerar maior engajamento. “Com essa mudança, os criadores de conteúdo podem compreender melhor os insights de uso: como os usuários estão ativos, quais os melhores horários para postagens e o conteúdo orgânico passará a ser visualizado por mais usuários, além daqueles que mais interagem com os conteúdos postados”, explica Rafael Arty.

feeds personalizados chegam ao instagram

Ferramentas

O uso de ferramentas do próprio Instagram, como os insights, pode ser essencial para a adaptação. “Os insights permitem que os creators vejam quais publicações estão fazendo mais sucesso entre os seguidores, criando assim postagens mais assertivas e direcionadas de acordo com a preferência da sua comunidade”, afirma Rafael Arty.

Para melhorar o alcance com a entrega dos posts em ordem cronológica, o especialista recomenda ter um bom cronograma de postagens e saber aproveitar os dados fornecidos pela plataforma. “É importante saber o melhor horário para publicar.  As contas configuradas como comerciais ou de criador de conteúdo permitem identificar o horário em que os seguidores mais acessam o Instagram”, afirma.

A interação também é essencial nas redes sociais e o Instagram possui diversas ferramentas que incentivam o engajamento. “Recomendo utilizar reels, stories e lives, pois esses formatos ampliam a oportunidade de aproximação com o público, fortalecendo o relacionamento com os seguidores”, explica.

Outra dica para ter bom proveito da atualização é ser autêntico e saber o que os seguidores desejam ver no perfil. “Cada vez mais o público busca por conteúdo criativo, autêntico e com personalidade. Para conquistar o alcance orgânico é essencial abusar dessas características em seus posts”, completa Rafael Arty.