5944392503_bd1cac5663_k

Parlamento se junta à rede social “dos jovens” para fomento da educação e da democracia

A Câmara dos Deputados criou uma conta no Tik Tok, no mês de janeiro, na tentativa de alcançar um público-alvo mais jovem, que pode não estar nos canais tradicionais de comunicação ou de outras redes sociais, como Facebook e Twitter. A ideia é que o órgão produza conteúdo de fomento à educação e à democracia em linguagem compatível com os recursos da plataforma chinesa.

Microlearning

Apostando em vídeos curtos – as chamadas “cápsulas de conhecimento” -, a Secretaria de Participação, Interação e Mídias Digitais da Câmara espera alcançar a fatia de jovens entre 13 e 28 anos, utilizando a metodologia de microaprendizagem ou microlearning.

“Inicialmente, o público-alvo a participar com produção de conteúdo serão os jovens cadastrados nos programas educacionais da Câmara”, informa a Casa. “Eles receberão convites para desafios (challenges), a fim de que produzam conteúdo sobre um determinado tema, de acordo com a sua perspectiva, usando as hashtags propostas.

Pioneirismo do TSE 

Ainda em outubro de 2020, o Tribunal Superior Eleitoral anunciou uma parceria com o TikTok para levar ao público mais jovem informações e passo a passo sobre a realização das eleições municipais, que ocorreriam em poucos dias sob impacto da pandemia de Covid-19.

O órgão também se utilizou desta estratégia de ampliação de seu alcance como mais uma ferramenta na hora de combater as notícias falsas.