design-sem-nome-10

O ano de 2021 foi um marco para os reality shows no Brasil. Tudo começou com o fenômeno de audiência do polêmico Big Brother Brasil em sua 21ª edição, que levou os brasileiros a expandir as discussões da tela para as redes sociais, como por exemplo, Twitter e Instagram.

Com esse aumento de público, as marcas viram a possibilidade de crescimento dentro de programas de reality shows. Segundo a pesquisa “Data Stories – O ”boom” dos Realities e o protagonismo das marcas”, realizada pelo Kantar IBOPE, houve crescimento de 79% na quantidade de ações em TV Merchandising para o gênero reality show em 2021 em relação a 2020 de janeiro a abril.

Branded Entertainment

Com esse “boom” no mercado, as empresas acabam investindo no formato de Branded Content capaz de explorar a criatividade e as diferentes possibilidades que o gênero proporciona e permitindo que marcas criem identificação e engajamento com seu público alvo.

As redes sociais chegam para agregar valor e novas possibilidades de linguagem dos programas, fazendo uma extensão das narrativas, isto é, foram +294 milhões de tweets gerados, um aumento de 26% em relação ao mesmo período de 2020. Segundo o Kantar Social TV Ratings, 92% dos tweets sobre programação da TV, em 2021, são relacionados a reality shows.

Os programas que ganharam mais destaques neste ano foram:Big Brother Brasil 21, De Férias com o EX, Power Couple, Soltos em Floripa, Pesadelo na Cozinha e Bake Off Brasil Celebridades. Eles fizeram multiplicar o número de formatos e o aumento da audiência: 19% no total do gênero, 853% dos realities musicais e 147% nos de empreendedorismo e negócios.