emissoras radio

Décadas atrás, com o crescimento dos aparelhos de televisão nas casas, muitos acreditavam na morte do rádio. Porém, o rádio conseguiu se adaptar às mudanças tecnológicas e se mantém em pé até os dias de hoje, seja ele online ou offline.

Pensando em quantificar e qualificar a audiência, a Kantar IBOPE Media lançou o Extended Radio, solução que possibilita a análise da audiência em emissoras ao vivo no AM/FM e online, facilitando a compreensão do comportamento dos ouvintes em diferentes plataformas.

A Kantar IBOPE Media faz parte da Kantar, líder global em dados, insights e consultoria. Conta com cerca de 3.500 colaboradores e possui operações em 15 países latino-americanos.
Eles oferecem informações sobre consumo, desempenho e investimento de mídia.

A rádio hoje

Segundo pesquisa “Inside Rádio 2020” realizada pela Kantar IBOPE, 78% dos brasileiros, de 13 regiões metropolitanas ouvem rádio. Isto é, 3 em cada 5 escutam rádio todos os dias. Sendo que o consumo diário passa de 4 horas.

O consumo de rádio é bem variável por causa dos diferentes aparelhos que podem ser acessados. Para a pesquisa, 78% ouvem rádio em casa, 18% no carro e 3% no trabalho. O destaque está entre os que têm entre 20 a 49 anos, entre eles 83% escutaram rádio nos últimos 30 dias.

Extended Radio

A Extended Radio da Kantar IBOPE Media surgiu em parceria com a Triton Digital e Nexdial, tecnologia especializada na auditoria do streaming de emissoras de rádio e aferição de áudio digital.

“É preciso entender os pontos fortes do conteúdo de áudio em seus diferentes formatos e aproveitar as oportunidades para valorizar os espaços publicitários do meio. O Extended Radio vai facilitar a compreensão desses dados com a análise integrada de um consumo que já é multimidia”, explica Giovana Alcantara, Diretora de Desenvolvimento de Negócios Regionais da Kantar IBOPE Media.

A ferramenta conta com a possibilidade de analisar os dados de consumo tradicional e digital das emissoras em uma única plataforma, com visualização do número total de ouvintes e do tempo médio de consumo por faixas horárias, além de avaliar o desempenho da concorrência.