copia-de-sem-nome-2

Estar nas news trends e marcar presença nas redes com conteúdo que gere engajamento, nunca esteve em alta como agora. Mas para isto é preciso estar atento aos movimentos sociais que acontece na sociedade e que gera impacto nas marcas.

O Twitter, em parceria com a Kantar, fez um levantamento para entender quais as principais razões de decisão de compra para os brasileiros. Uma das respostas é a relevância cultural de uma marca, ou seja, o conjunto de características que possa trazer algo positivo para a sociedade e que esteja em conexão com os temas atuais, é decisiva quando o assunto é intenção de compra e recomendação. No primeiro caso, a correlação entre ambos é de 99%, enquanto que no segundo ela é de 98%.

Cada marca possui uma estratégia de marketing específica, com isso, a abordagem em cada rede social muda conforme o público, o produto e a relevância entre seus pilares. Porém, independente da escolha abordar assuntos voltados a tendências e questões sociais acabem sendo mais percebidas como culturalmente relevantes.

O que é relevância cultural?

Segundo a pesquisa “O significado de relevância cultural é estar alinhado com eventos culturais, promover tendências que definem a cultura, e/ou apoiar causas sociais que beneficiam a todos”.

O Twitter é um exemplo de alta performance nestas questões. “O Twitter é o lugar onde as marcas criam relevância cultural”, afirma Camilla Guimarães, gerente de pesquisa do Twitter no Brasil. “Para as pessoas, é essencial que as marcas se conectem com os momentos importantes, sejam eventos, ocasiões ou pautas em discussão. Fazer parte do que está acontecendo na sociedade gera relevância e, consequentemente, beneficia sua marca dentro das prioridades dos consumidores”, completa.

Para se ter uma ideia, outro estudo recente do Twitter, desta vez numa parceria com a Magna, mostra que a relevância cultural é o principal fator para decisão de compra para 26% dos consumidores.

A pesquisa foi realizada com 2,000 brasileiros, 100 marcas e 13 indústrias mostrou a forte influência da relevância cultural sobre a receita das empresas norte-americanas. Ao observar as principais marcas norte-americanas, notou-se que há uma correlação de 73% entre a relevância e a receita. A pesquisa ouviu dois mil brasileiros em dezembro de 2020 e considerou 100 marcas de 13 segmentos da indústria no país.