Mariana Oliveira e Mari Bernini vencedoras da categoria Família do Prêmio Microinfluenciadores 2020
Mariana Oliveira e Mari Bernini vencedoras da categoria Família do Prêmio Microinfluenciadores 2020

 

A pandemia tornou tudo ainda mais digital e todo esse movimento acelerou um processo de amadurecimento da importância dos creators, e o impacto da sua relevância e função na sociedade. A presença nas redes tornou-se ainda mais imprescindível para marcas e empreendedores – principalmente os microinfluenciadores, que são os empreendedores da comunicação. Eles se apoiam na criação de conteúdo para alavancar seu trabalho ou são criadores por uma causa ou setor.

“Sou empresária e cabeleireira, tenho meu próprio negócio e minhas atividades ainda não são conectadas da maneira que eu gostaria, mas com certeza a visibilidade que eu tenho na internet faz parte do sucesso da minha empresa”, conta Mariana Oliveira (@mariimaedosgemeos), uma das vencedoras da categoria Família, do 3º Prêmio Microinfluenciadores Digitais, promovido pelo Cecom – Centro de Estudos da Comunicação e pela Plataforma Negócios da Comunicação.

Mudança no perfil

Seu perfil nasceu timidamente em 2011, e era extremamente pessoal. Em 2018 quando ela e a esposa engravidaram começaram a compartilhar suas vivências, foi aí que nasceu o @Mariimaedosgemeos. “Fico muito feliz com as pessoas se inspirarem em nós, por seu uma coisa nova a dupla maternidade e deu “bum” a pouco tempo. É muito legal receber o feedback das pessoas que conheceram a gente e por isso, mudou a vida delas e deu esperança para ter algo parecido ou serviu de inspiração. Muita gente se identificou com a nossa história, o maior público é de mulheres lésbicas. Mas conquistamos mães de todos os tipos, celebra Mariana.

Ela conta que já tiveram retorno financeiro do perfil, mas ainda não passa os ganhos das atividades paralelas. “Já trabalhamos com grandes marcas, como a PomPom e a Tricae. Recebemos mimos da Nuk, Mustela, Pampers e várias marcas que ainda são pequenas. Fizemos uma parceria de 6 meses com a Tricae, que foi sucesso absoluto, todas as postagens tiveram grande alcance”, enumera e completa: “Uma família é o que a maioria das pessoas almeja e a gente sabe que existe um padrão, quando você sai desse padrão e mesmo assim tem o alcance que a gente tem a responsabilidade é gigantesca.”

Rotina dupla

Para Thalita Pimentel (@thalitapimenteel1), também vencedora da categoria Família, a criação de conteúdo também é um desafio. “Agora eu virei empreendedora, o que se torna mais difícil em relação a criação de conteúdo porque tenho uma empresa para cuidar, mas não vou desistir. É um propósito na minha vida e eu corro atrás. E o TikTok tem ajudado muito a produzir esse tipo de conteúdo”, conta ela que hoje possui um estúdio de beleza. “Sempre fui conhecida pelo meus cachos, já fui digital influencer da marca Natural dos cachos, Titan marcas, Nosso lugar. Hoje, 90% dos meus ganhos vêm por meio das minhas redes sociais”, conta.

Já a médica veterinária Gabriela Oliveira (@chloe.7m) vai associando o perfil às horas de folga. “A conversa com a audiência é muito natural. Hoje, consigo ter ganhos financeiros com o perfil. Temos várias parcerias de sucesso que nos acompanham desde o início, como a empresa Animaliê e a Box Petiko!”, enumera. Segundo ela, o principal desafio está em conseguir explicar para as pessoas de forma clara e desmitificar algumas ideias. “Muitos seguidores relatam utilizar a página como válvula de escape para problemas psicológicos como depressão e ansiedade! É muito bom saber que conseguimos levar alegria ao dia de alguém”.

Foco e pandemia

Mariana Cava (@mariberninioficial), outra vencedora da categoria Família, atua na área de eventos e está com o trabalho principal comprometido por conta da pandemia. “Eu tenho um evento que é o Bafafá da Mari, sou humorista, comediante, e faço stand up para mulheres. A ideia da página nasceu porque eu parei de trabalhar para cuidar dos filhos, e vi que só cuidar de filho era muito ruim e decidi começar a contar algumas verdades na internet sobre a vida real, diferente do que eu via na maioria das páginas”, relata.

Hoje, ela já consegue ter ganhos financeiros com perfil. “Mas não é fácil, Brasil, não é fácil – eu queria ganhar o tanto que o povo acha que eu ganho. Toda semana tem alguma marca em busca de parcerias, e eu acredito que o segredo para boas parcerias é você divulgar de verdade o que você consome. Por exemplo, fizemos uma ação de muito sucesso com uma hamburgueria chamada Catarino. Eles cresceram mais de 60% depois que a gente divulgou, o sistema deles até caiu de tanto pedido que teve”, exemplifica.

Também por conta da pandemia, Aldreyn Ribeiro (@fox_raposa), não está trabalhando em outras atividades, somente estudando e elaborando conteúdos que agregam para seu público. “Sempre gostei muito de fotografia, marketing e criação, e sempre gostei muito de animais, principalmente de raposas. No ano de 2018, resolvi ter um cachorro da raça Spitz Alemão, e por incrível que pareça no dia da escolha do filhote, já me apaixonei de cara pela Fox, que era uma mini raposinha. Desde o primeiro instante dela conosco em casa eu registrava momentos, e resolvi então criar um Instagram sem pretexto algum para compartilhar esses momentos – postava várias fotos e vídeos e aos poucos fui conquistando o nosso público que temos hoje em dia, com o qual converso através de stories e posts no feed”, relata.

Procura crescente

Segundo ele, os ganhos são bem relativos. “Recebo muitas propostas de parcerias. Atualmente presto alguns trabalhos para várias lojas do mundo pet, mas já tive parceria com grandes marcas como Premier Pet e Special Dog”, diz Aldreyn, um dos vencedores do categoria Pets.

Também vencedores da categoria Pet, Nathalia Silveira e Thiago Durski (@goldenretriever_theo) contam que apesar de ainda não ter ganhos financeiros com o perfil, tem sido procurados por algumas marcas. A página nasceu com o objetivo de compartilhar e incentivar as pessoas a saírem mais com seus cães. “Hoje, consigo ter uma conversa com a audiência bem fluida, dinâmica e constante”, conta Thiago.

Para eles, o principal desafio de manter um perfil como esse é lidar com pessoas que não entendem a importância de cuidar bem de um cão, seja pela ausência ou excesso de cuidados. “Vejo muitas pessoas se interessando em cuidar mais da saúde dos seus cães, seja trocando a alimentação e/ou saindo mais com eles e que depois vem me agradecer por ter lhes alertado e dizer que seu cão melhorou muito depois de pôr algumas dicas em prática”, diz Nathalia

Saiba mais
Único reconhecimento do mercado voltado aos nano e micro creators baseado em métricas de relevância e engajamento, o 3º Prêmio Microinfluenciadores aconteceu junto à programação do 8º Fórum sobre Marketing de Influência – Empreendedores da comunicação e Digitais. Para assistir a live completa, clique aqui.

banner-ofereciemento-micro