print-airfluencers

A convite da Negócios da Comunicação, dois especialistas em marketing de influência reuniram dados e dicas para os influenciadores digitais que desejam ter mais engajamento com seu público e entender melhor o mercado. No 7º Fórum Marketing de Influência, promovido pelo Cecom em parceria com a revista Negócios, dois especialistas falaram sobre o ambiente dos influenciadores e como podem crescer mais.

Foco em engajar

“Independentemente do número de seguidores, os influenciadores precisam gerar empatia com o público. As pessoas gostam de se enxergar no outro e se inspirar por aquele estilo de vida”, explica Beatriz Imenes, CEO da Planin. Ela reforça que as marcas costumam focar em engajamento, o que muitas vezes pode favorecer microinfluenciadores, que conseguem impactar mais pessoas em uma comunidade. “As marcas buscam engajamento, muito mais do que número de seguidores. Então é importante sempre compartilhar conteúdo de relevância”, adiciona.

Rodrigo Soriano, fundador e CEO da Airfluencers, aponta que em uma pesquisa com um milhão de perfis, 74% têm até 20 mil seguidores e concentram 66% do volume de conteúdo publicado, enquanto 0,5% de um milhão são perfis com mais de um milhão de seguidores e têm apenas 2% do volume, mas interação.

“A performance está extremamente consolidada nos maiores perfis, enquanto na base há maior capilaridade de distribuição”, explica Soriano.

De olho no nicho

Quando o assunto são influenciadores considerados micro, Beatriz, da Planin, explica os benefícios dessa atuação. “Quando você atua em um nicho, pode ser considerado um especialista em um tema, que pode ser uma vantagem competitiva e chamar atenção de marcas. Outra coisa: menos seguidores e mais engajamento gera muito mais impressões orgânicas no Instagram”, afirma.

“A questão de micro e macro está ligada ao nicho no qual o influenciador atua”, completa Soriano, explicando que se o nicho não for muito popular ou mais técnico, o influenciador, mesmo com menor número de seguidores, se torna extremamente relevante.

Regras para fidelizar

Beatriz cita regras que podem ajudar a engajar e fidelizar os seguidores: posts relevantes, interação, buscar o melhor horário de acordo com o engajamento do seu público, construir uma bio que mostra quem o influenciador é e o uso dos stories, com coerência.

Soriano aborda também a questão dos publi posts indicados com hashtag. Entre os microinfluenciadores são mais usadas e tem mais penetração com o público. “A correlação entre o uso de hashtag de publicidade e a perda de engajamento é muito forte. O que nos leva a ver que o público é muito ligado a conteúdo originais. Os conteúdos têm que ser extremamente originais para não ficar com cara de propaganda, parecendo que você não tem um vínculo. E aí entre a questão de pessoas reais com histórias reais, que costumam performar melhor”, conclui.

Saiba mais

Para acompanhar a live completa do 1º dia do Fórum, clique aqui.

Para acompanhar a live completa do 2º dia do Fórum, clique aqui.

Para acompanhar a live completa do 3º dia do Fórum, clique aqui.

Para acompanhar a live completa do 4º dia do Fórum, clique aqui.

rodape-patrocinio