newphotos-3Com 47 mil colaboradores e 20 mil trabalhando de casa, a Petrobrás encontrou nas ferramentas digitais e redes sociais um aliado para manter a estrutura de trabalho durante a pandemia do coronavírus. São escritórios operando com apenas 10% do efetivo e 50% nas operações, que garantem o funcionamento de estruturas importantes no combate à Covid-19.

“A companhia é responsável por prover serviços essenciais, como o fornecimento de combustíveis e energia que abastecem ambulâncias, hospitais e veículos de carga e transporte. Por isso, vem adotando medidas para proteger a saúde dos seus colaboradores, mitigar a propagação do vírus na companhia e garantir a continuidade, de forma segura, de atividades essenciais para toda a sociedade brasileira”, afirma Flavia da Justa, gerente executiva de Comunicação e Marcas.

Para controlar todos os processos e certificar que colaboradores de todos os setores estejam alinhados com a postura da empresa durante o período de isolamento social e remodelação da rotina de trabalho, houve um investimento em soluções digitais, que antes não tinham a relevância atual na cultura interna.

“Atingimos mais de 26,2 mil conexões remotas (VPN) e atualizamos nossa infraestrutura e sistemas para aumentar a capacidade para receber 40 mil usuários. Ativamos mais de 13 mil terminais virtuais para aqueles usuários que necessitam trabalhar nos sistemas que requerem máquinas de alta performance”, conta Flavia.

equipe-petrobras

Criada pelo Facebook, a princípio como uma concorrência para o Linkedin, a plataforma Workplace foi escolhida pela Petrobras para facilitar a comunicação interna em todos os níveis da operação. “Buscamos passar as mensagens da alta liderança para os colaboradores e engajar as equipes nos objetivos da companhia. Nessa ferramenta, criamos um grupo chamado ‘Alerta Coronavírus’, em que são disseminadas informações sobre a crise para os usuários da ferramenta na companhia”, explica a gerente.

As equipes usam o Microsoft Teams, plataforma unificada de comunicação que garante a realização de reuniões por chamada de vídeo, além do armazenamento de arquivos e também a troca de mensagens – a executiva aponta que durante o período de trabalho virutal, a Petrobras atingiu mais de 48 mil acessos por dia.

A Petrobrás realizou a doação de R$ 30 milhões, com kits de testes RT-PCR, EPIs, materiais médicos e de higiene, e 3 milhões de litros de combustível para o abastecimento de veículos de hospitais públicos e filantrópicos. Internamente, conta Flavia, criaram uma campanha sobre a importância de manter a operação da empresa em tempos de #FiqueEmCasa.

“Assim como muitos precisam se manter em isolamento, outros não podem parar as atividades. A intenção foi mostrar que precisamos continuar trabalhando para gerar energia, para que médicos, bombeiros e as outras pessoas dos serviços essenciais não parem”, analisa.

E o resultado da aposta nas plataformas e ferramentas digitais foi favorável, na avaliação da executiva. “Com a intensificação do trabalho remoto, temos percebido o quanto essas ferramentas podem agregar nas rotinas de trabalho. A receptividade dos colaboradores a essas aplicativos também tem sido bem positiva”.