O acesso dos brasileiros a internet via dispositivos móveis (smartphones e tablets) cresceu em ritmo acelerado durante o período de pandemia, atingindo uma audiência de 112 milhões de usuários, uma alta de 6% em relação ao final de 2020 (105 milhões). Os dados são do levantamento “Tendências e Comportamentos Digitais 2021” da Comscore.

Em relação ao total de pessoas conectadas no país, aquelas que acessam a internet exclusivamente por mobile chega a marca 77,9 milhões, as que usam apenas dispositivos desktop são 14,5 milhões, e as que utilizam ambas as plataformas são 34,1 milhões. O número de usuários que utilizam apenas os dispositivos móveis é o maior na América Latina, ficando à frente de países como México, Colômbia e Chile.

De acordo com a pesquisa, o brasileiro passa, em média, 3 horas e 23 minutos conectados, sendo que 81% dos vídeos reproduzidos na internet são consumidos nos celulares ou tablets e o uso de aplicativos representa mais de 90% do tempo consumido nesses dispositivos.
brasil-e-lider-em-audiencia-nos-dispositivos-moveis

Mudanças de comportamento

Segundo o relatório, a população digital acima dos 45 anos aumentou seu consumo de internet em 30% no período de um ano. Além disso, também foi constatado que a categoria Social Media foi a líder de audiência em junho de 2021, quando os usuários acumularam 343,5 milhões de minutos em navegação pelas plataformas de interação social. O Facebook segue, com folga, na liderança em relação ao tempo de consumo dos internautas.

Além do entretenimento, principal conteúdo consumido pelos usuários, o mercado de e-commerces tem se destacado entre as preferências da população brasileira. Essas plataformas de compra e venda representam 90,2% de alcance na categoria de varejo, chegando a 73 milhões de usuários nas redes. No ranking de audiência em tempo gasto, o aplicativo Shopee aparece na liderança, seguido por Mercado Livre, Amazon e B2W.