capas-pandemiaUm dia depois de o Brasil atingir a marca de 10.627 mortos pelo novo coronavírus, o jornal O Globo publicou a capa de mais uma edição, no domingo que celebrou o Dia das Mães, e homenageou as mais de dez mil histórias que ficaram apagadas diante da rapidez com que a Covid-19 tirou vidas no Brasil. A capa d’O Globo, que ganhou imediatamente a definição de ‘histórica’ nas redes sociais, entre leitores e jornalistas, e é a primeira de uma lista de capas marcantes selecionadas por marcarem a narrativa da pandemia no Brasil e no mundo.

  1. O Globo

capa-o-globo

Os nomes das mais de 10 mil vítimas do coronavírus no Brasil estamparam a capa de domingo (10) do jornal O Globo, que criou um ‘memorial virtual’ para os leitores conhecerem as histórias dessas pessoas.

2. Valor, Folha, Globo, Agora e Estado

capas-abre-jornais

No começo da crise do coronavírus no Brasil, em março, cinco dos principais jornais do país se uniram publicando a mesma capa, com a mensagem “Juntos vamos derrotar o vírus. Unidos pela informação e pela responsabilidade”.

3. Marie Claire América Latina

marie-claire-mexico

Recentemente, a edição de abril da Marie Claire, no México, trouxe as enfermeiras e médicas que estão na linha de frente no combate ao coronavírus como “as verdadeiras influenciadoras” e afirmou: a resiliência tem cara de mulher.

4. Cláudia

capa-claudia

No Brasil, a revista Claudia escolheu mostrar “As mulheres contra a Covid-19”, colocando na capa agentes comunitárias, psicólogas, médicas e mais profissionais que deixam as famílias para enfrentar o dia a dia de trabalho contra as consequências do vírus que já matou mais de 280 mil pessoas no mundo.

5. Vogue Itália

capa-vogue

A Vogue Itália, uma das publicações mais respeitadas da moda, surpreendeu com uma capa totalmente em branco – a primeira sem um ensaio em mais de cem anos. Emanuele Farneti, diretor chefe da revista, explicou a escolha editorial e justificou o porquê do uso da cor branca. “[O branco] Representa espaço e tempo para pensar, bem como permanecer em silêncio. O branco é para aqueles que estão preenchendo esse tempo e espaço vazios com idéias, pensamentos, histórias, versos, músicas e cuidados com os outros”, afirmou junto com a publicação da capa.

6. Vogue Portugal

capa-v-portugal

A postura se repetiu com a Vogue Portugal, que mostrou na capa um casal se beijando usando máscaras e os dizeres “Freedom on hold” (ou ‘Liberdade em pausa’), marcando o momento de isolamento social. “Uma imagem não vale só mais que mil palavras. Vale também enquanto documento histórico”, disse o perfil oficial da publicação quando divulgou a edição, na qual trazia questionamentos sobre as relações pós-pandemia.

7. Vogue Espanha

capa-vogue-espanha

Na Espanha, um dos países mais devastados pelo coronavírus, a Vogue deixou de lado o editorial de moda e falou sobre a distância do isolamento social, que acabou levando a população a se unir, cada um de sua varanda, janela ou porta, para passarem juntos pela fase mais difícil no pico de contaminação que matou mais de 26 mil pessoas no país.

8.TIME

capas-time

Conhecida por capas marcantes, a TIME também registrou as restrições, consequências e fatos da pandemia. “É em momentos como esse que sentimos nosso maior senso de responsabilidade para fornecer informações de confiança e orientação para nossa audiência de mais de 100 milhões de pessoas em todo o mundo”, escreveu Edward Gelsenthal, editor-chef e CEO da TIME, no editorial de março deste ano.

9. New Yorker

capa-new-yorker

A revista usou uma ilustração para mostrar o despreparo de Donald Trump diante da crise do coronavírus. O presidente, a princípio, negou a gravidade do vírus, depois levou mais tempo do que o esperado para agir, levando os EUA a se tornar o epicentro da pandemia, depois de Itália e Espanha. quando os EUA caminhava para se tornar o novo epicentro da pandemia. O país, atualmente, registra mais de 1,3 milhão de contaminados e quase 80 mil mortos.

10. Piauí

capa-piaui

A revista Piauí também criticou o presidente – nesse caso, Bolsonaro – por ‘flertar com a morte’ ao agir de forma displicente no combate ao coronavírus. Após ultrapassar a marca de 10 mil mortos, o Brasil entra em uma triste lista com outros 5 países que bateram dezenas de milhares de vítimas no mundo todo.

Bônus: Vogue Portugal

capa-vogue-portugal

E seguindo a onda de capas marcantes, a Vogue Portugal decidiu fazer a provocação (e a reflexão): as pessoas compram a revista pela capa ou por que querem se manter informadas? Para testar a “ousadia” de seus leitores, colocou a próxima edição em pré-venda, sem divulgar qual será a capa.