No palco da premiação, grandes nomes da internet receberam seus troféus e debateram os caminhos e as particularidades desse novo profissional

A revista Negócios da Comunicação promove a segunda edição do principal reconhecimento dos grandes nomes da internet. O Prêmio Influenciadores Digitais 2017 está com as votações prorrogadas até dia 28/05 para público geral e especializado, que irá escolher os destaques entre os 6+ selecionados na primeira etapa, em cada uma das vinte categorias. “Esses empreendedores da comunicação marcam uma nova fase do mercado, e é fundamental termos um mapa de sua influência e relevância para nortear as estratégias de comunicação e publicidade das marcas, que cada vez mais têm apostado nesses profissionais para suas estratégias”, explica Márcio Cardial, publisher da revista e idealizador da premiação.

Para conseguir fazer a separação desses seis nomes, a equipe de Business Intelligence da A2ad, agência responsável pelas métricas do Prêmio, seguiu praticamente a mesma metodologia do ano passado, com pequenas alterações, especialmente no que diz respeito às métricas de sites e blogs, para assim seguir de forma mais apurada as métricas utilizadas no mercado atualmente. “Usamos ferramentas de mídias das principais plataformas sociais para começar a identificar influenciadores pertencentes às categorias do prêmio. Em seguida, identificamos o poder de ressonância para a sua audiência, ou seja, medimos o engajamento em todas as suas redes, bem como blogs e sites”, conta Angelo Perosa, sócio-diretor da empresa.

Entre os desafios encontrados, destaca-se a tabulação do engajamento dos grandes influenciadores em todas as suas redes, uma vez que eles produzem muito conteúdo e a resposta a esse conteúdo é sempre muito grande.

“Para conseguir diminuir as dificuldades, a equipe criou uma série de processos e métodos que visaram automatizar a coleta desses números”, conta o executivo.

Outra dificuldade encontrada foi o volume de influenciadores para cada categoria. “Em ‘Beleza’, por exemplo, existe uma quantidade tão grande de influenciadores que é necessário tabular esses dados por muito tempo, enquanto categorias como ‘Educação, Cidadania e Inclusão’ tem um número muito menor de canais realmente válidos, tornando o processo de coleta de nomes mais demorada”, completa Perosa.

Dinamismo
“O fato de termos 53 perfis que já haviam aparecido no ano passado é um reflexo da consolidação desses nomes como influenciadores que souberam acompanhar as tendências do seu nicho e as necessidades do seu público”, diz. Os 67 influenciadores digitais que estão participando pela primeira vez do prêmio refletem o dinamismo das redes sociais. “Sabemos que o conceito de influenciador atualmente não está necessariamente ligado ao conceito de autoridade, que normalmente é construído lentamente. Hoje em dia se o produtor de conteúdo na web não estiver atento às mudanças do seu nicho ou ao que a sua audiência quer e espera consumir, certamente será ultrapassado por outro”, comenta o sócio-diretor da A2ad.

Outra questão importante que foi analisada pelo executivo, foi a ausência de grandes nomes da internet. Para ele, isso se deve a diversos fatores. Um exemplo é o volume de interações recebidas durante o período em que coletamos os dados dos perfis. Outro fator é o privilégio de uma única plataforma como disseminadora de conteúdo do influenciador, já que foi analisado o nome daquele influenciador em todas as redes sociais, bem como seu site/blog. “É importante observar que um mesmo perfil tem audiências diferentes em cada rede social, e que cada rede social pede um formato de conteúdo diferente. Muitas vezes um influenciador tem um volume alto de interações no YouTube, por exemplo. Mas se ele não consegue movimentar seu nome em outras redes, sua métrica fica restrita e ele acaba sendo ultrapassado por outro perfil que consegue engajamento em todas as plataformas em que atua”, explica Perosa.

“Se ele não consegue movimentar seu nome em outras redes, sua métrica fica restrita e ele acaba sendo ultrapassado por outro perfil”

Segundo ele, esse é um mercado que está em constante mudança e renovação, assim como as plataformas que sustentam o conteúdo que os influenciadores produzem. “A cada dia, recebemos uma atualização, uma funcionalidade diferente, uma métrica que é agregada e que faz com que os parâmetros de sucesso ou fracasso de um conteúdo sejam vistos de forma diferente. Portanto, ter uma premiação que seja como uma baliza para esse mercado tão dinâmico é algo que beneficia a todos: os próprios influenciadores, que tem seu trabalho reconhecido, e as marcas, que podem entender melhor como utilizar essa influência para se comunicar com o público certo”, conclui.

E não se esqueça de votar! Acesse aqui o site do Prêmio Influenciadores Digitais e escolha seus favoritos!

Confira algumas fotos dos mais relevantes da 1ª edição!