Muitas pessoas esperam criar projetos mirabolantes, adquirir parcerias e conseguir investimentos para que um negócio dê certo. Mas, muitas vezes, o que elas precisam são apenas de boas ideias, um blog, muita criatividade e, o mais importante, ter empatia e transparência com o público.

E foi isso que Bruna Dalcin, do Comprando meu Apê fez. Sem pretensão nenhuma, mas com uma vontade imensa de compartilhar o que fazer após comprar seu primeiro apartamento na planta, Bruna hoje tem um dos blogs de maior referência no segmento. “Tive a ideia de fazer um diário on-line sem nenhum propósito profissional e comercial, no qual eu compartilhava meus anseios, minhas ideias para a reforma e decoração do meu apartamento e tudo o que eu estava descobrindo sobre as burocracias dessa fase. Dois anos depois resolvi criar conteúdo em vídeo também, e criei um canal no YouTube. Foi o primeiro canal brasileiro a falar sobre o tema “apartamento na planta, reforma e decoração”, conta Bruna.

O negócio Comprando meu Apê

De repente, Bruna foi vendo o número de visualizações e comentários aumentar. Nesse momento, ela percebeu que a ideia funcionou e estava gerando empatia com diversos leitores que passavam pela mesma situação.

Mas o divisor de águas entre um blog com muitos acessos e um blog de sucesso comercial aconteceu quando ela recebeu o primeiro contato de uma empresa. “Eis que um dia, uma empresa me enviou um e-mail perguntando quanto eu cobrava para divulgá-la. Fiquei surpresa, pois eu sempre indicava quem eu tinha tido experiências e nunca havia cobrado nada pela divulgação”, explica a blogueira. Foi então que ela percebeu o potencial do blog para se tornar um negócio, além de continuar sendo o hobby dela ao mesmo tempo.

Mantendo a identidade inicial

Hoje em dia, Comprando meu Apê é o trabalho de Bruna e, mesmo com a publicidade que gera renda para a blogueira, ela acredita na importância de manter seus ideais para que o negócio continue dando certo.

“Sempre deixo bem claro para as marcas que entram em contato que tudo passa por mim e pela minha avaliação. Preciso testar o serviço ou produto antes e, se eu aprovar, a publicidade é veiculada no blog ou nas minhas redes sociais, mas sempre com o meu toque e com a identidade do Comprando meu Apê”, conta.

Bruna não acredita em seguir roteiros prontos em que apenas fala ou posta um texto feito pela marca. Além de não gerar retorno para a empresa, os leitores sabem que não foi o blogueiro quem criou aquele conteúdo e dá a impressão de que ele nem testou de fato o produto ou serviço. “O que mais prezo é a minha imagem e a imagem do Comprando meu Apê, que construí ao longo desses 6 anos de existência. Se eu não gostar de um produto ou se não tiver nada a ver com o que abordo no CMA, com certeza vou recusar a proposta, como já fiz muitas vezes”, explica Bruna.

Outro diferencial do Comprando meu Apê é manter uma estrutura enxuta. Atualmente, apenas Bruna e mais uma pessoa, que tem a função de responder os e-mails comerciais que chegam diariamente.

“Já pensei em ampliar, porém ainda tenho certa resistência, pois acredito que a criação acaba se tornando muito impessoal e com cara de “portal” quando outras pessoas escrevem os conteúdos. Já tentei por um tempo e não funcionou muito bem”, diz a blogueira. Bruna é a responsável por todas as ideias de pautas, escreve os textos, fotografa, grava os vídeos.

“Eu posiciono até a iluminação, ajusto câmera e áudio e ainda edito tudo depois. Ah, e também cuido das redes sociais! Às vezes, nem eu mesma sei como dou conta, mas como amo muito, quando vejo já fiz tudo”.

Para Bruna, a transparência que sempre teve com os leitores tem sido a chave do sucesso. “Eles sabem que estou sempre em busca de novos conhecimentos e estou sempre antenada ao que está acontecendo nesse nicho para mostrar a eles em primeira mão”, fala a blogueira. Além disso, os leitores sabem que mesmo quando uma postagem é publicidade, Bruna testou o produto ou serviço antes de indicar a eles.

Preciso testar o serviço ou produto antes e, se eu aprovar, a publicidade é veiculada no blog ou nas minhas redes sociais, mas sempre com o meu toque e com a identidade do Comprando meu Apê.

De repente, influenciadora

Bruna nunca imaginou que se tornaria influenciadora. Para ela, a ideia era, realmente, só ter um meio em que ela pudesse compartilhar e ajudar pessoas que estavam comprando seu primeiro apê. “Jamais pensei que fosse me tornar uma influenciadora, muito menos que eu fosse ser reconhecida de vez em quando na rua! Na época que comecei, a internet era bem menor do que é hoje, eu gravava os vídeos e escrevia os textos dentro do meu quarto e postava, via os números e por mais que soubesse que eram pessoas, na minha cabeça ainda não havia caído a ficha que era muita gente me assistindo. Até hoje ainda me sinto um pouco assim”, conta ela!

O maior reconhecimento do esforço e trabalho da Bruna não é fama, muito menos dinheiro. “Quando as pessoas falam com você na rua dizendo que acompanham toda a sua trajetória, que o conteúdo que você postou mudou algo em suas vidas. Essa é a melhor parte!”, finaliza Bruna.

SAIBA MAIS

Canal: Fatos Desconhecidos
Site: comprandomeuape.com.br
Início: 2010
Como foi a proposta inicial: Surgiu como um diário on-line sem nenhum propósito profissional e comercial onde eu contava sobre a compra do meu primeiro apartamento na planta.
Números
1 milhão de views por mês e 300 mil visitas únicas. No Youtube 200 mil inscritos, 50 mil no Instagram e 80 mil no Facebook.

bruna
Bruna Dalcin, criadora do blog Comprando meu Apê