Está chegando a 7ª edição do Encontro Blogueira S.A – EBSA, maior evento de blogs do Brasil que acontece anualmente no Rio de Janeiro. Pioneira em promover esse tipo de encontro, a EBSA uniu forças com a revista Negócios da Comunicação e trouxe o seu publisher, Márcio Cardial, para fazer a curadoria de conteúdo desta edição, que será realizada dia 06/05.

E foi essa parceria que possibilitou, no evento deste ano, uma novidade: a realização de três painéis, com a participação de gestores de marcas e executivos de agências de PR, nos quais eles vão debater os novos rumos desse segmento.

Uma das mesas contará com a participação de três grandes agências nacionais e internacionais para discutir o tema “Prospectando o mercado: como as marcas identificam influenciadores”. Entre os participantes, estão Beatriz Imenes, da PLANIN; Eduardo Marques, do Grupo In Press; e Lorena Ribeiro, da Weber Shandwick.

Confira a seguir o que Beatriz Imenes, vice-presidente da PLANIN, pretende levar para auxiliar os microinfluenciadores no processo de profissionalização e monetização dos seus canais.

Mapeamento de microinfluenciadores

Um dos temas de interesse do público presente que a executiva pretende abordar é a questão da identificação dos microinfluenciadores. “O mapeamento dos grandes influenciadores já está consolidado no mercado. Precisamos, dentro do público-alvo, definir quem são os influenciadores que poderão gerar mais audiência para determinado produto. No caso de moda e beleza, por exemplo, vale mais a pena investir nos micros do que nos profissionais que tratam de assuntos gerais que tem grande audiência, mas não necessariamente, a audiência certa”, explica.

Beatriz Imenes quer colocar em pauta durante o evento uma questão importante: as marcas que souberem usar os microinfluenciadores poderão se destacar no mercado. “Alguém que ainda está em ascensão pode dar um ar de exclusividade, além de conseguir atingir uma audiência bem segmentada e interessante para a marca”, conta.

Uma dica da executiva é identificar, por exemplo, vendedoras que têm clientes fiéis, e que possuem essa linguagem digital, para falar de suas marcas. “E, muitas vezes, a empresa não precisa ter gastos. Pode ser uma relação de troca, como oferecer produtos em primeira mão”, diz Beatriz. Para ela, isso gera engajamento e mantém a boa reputação da marca.

Mensuração

Outra questão que a executiva pretende levar para debate é a importância de mensurar. “O cliente quer sentir que sua ação teve impacto e, como agência, precisamos mostrar que está tendo resultado. Por isso, a importância das métricas para mostrar a efetividade da campanha e possível geração de novos negócios.

Estes são apenas alguns dos temas que Beatriz Imenes vai levar para o #EBSA7. Além disso, após a apresentação individual, haverá um debate entre os três executivos, que irá enriquecer ainda mais o painel.

Ficou interessado? Clique aqui veja mais informações de como participar.