O Facebook anunciou, na sexta-feira (15), a compra da plataforma GPHY, uma das mais populares nas redes sociais atualmente. De acordo com o site de análises Axios, a aquisição feita pela empresa de Mark Zuckerberg teria custado cerca de US$ 400 milhões – os valores não foram divulgados oficialmente pelas plataformas envolvidas.

O anúncio foi feito pelos parceiros em posts que mostram alguns dos gifs mais populares da internet. De acordo com o Facebook, o GIPHY será incorporado ao Instagram, com o objetivo de integrar as duas plataformas e aplicativos que a compõem, fazendo com que os usuários tenham mais opções para se comunicar e se expressar da melhor forma. Instagram Direct e Stories serão os principais focos de conteúdo do GIPHY.

Mesmo com a compra, afirma o GIPHY, suas ferramentas continuarão disponíveis para o ecossistema maior da plataforma – o que também incorpora redes como o Twitter. As negociações entre as duas empresas começaram pouco antes da pandemia do coronavírus e a princípio circulavam em torno de uma parceria, de acordo com a Axios. A expectativa é que o GIPHY mantenha o branding dentro do Facebook, mesmo seu quadro de funcionários sendo integrado ao do Instagram.

Crescendo na pandemia
Os gifs se tornaram uma parte fundamental da comunicação digital desde sua incorporação nas redes sociais. Pesquisas mostram que o engajamento obtido com a publicação das animações é positivo entre os usuários.

Durante a pandemia do novo coronavírus, o GIPHY cresceu 33% em uso durante todo o mês de março, com mais de 10 bilhões de compartilhamentos do seu conteúdo online diariamente. Esse dado levou a plataforma a publicar um estudo de comportamento dos usuários com base nas buscas durante o período de isolamento social.

De acordo com o levantamento, foi possível descobrir que as pessoas estão mais interessantes em novos hobbies, como mostra o aumento de 225% em termos como “pintura” e “desenho”. O entretenimento também se fortaleceu durante a pandemia, com mais pessoas em casa consumindo conteúdo diariamente em novos horários: “assistindo” (+423%), “filmes” (+643) e “TV” (+999%) estão entre os termos mais buscados no site.

Empresas como Google e a Organização Mundial da Saúde também fizeram uma parceria com a GIPHY para promover a higienização, além de impulsionar a campanha #AloneTogether do Ad Council e o projeto da marca de chocolates Russell Stover, na Páscoa, que criou gifs para enviar abraços virtuais para os consumidores e entre eles.