A cobertura do Influent Minds – Fórum sobre Marketing de Influência ficou por conta de quem entende do negócio: quatro microinfluenciadores que mostraram as palestras e o conteúdo apresentado pelos speakers durante todo o dia – Stella Abreu (@stellabreu), Let Espir (@letespir), André Lessa (@andrehlessa) e Anderson Ribeiro (@andersonn.ribeiro).

“O resultado das ações está acontecendo a cada dia. A visibilidade é realmente incrível. Estamos sempre sendo convidados a levar nosso time para eventos e ações”, conta Priscilla Raggio, publisher da @circuitomaisbrasil e assessora do grupo, que coordena ações de publicidade, marketing e cobertura de eventos. Ela sinaliza que, no próximo ano, será lançado um programa no YouTube para que os creators participem. Já a cobertura da noite continuou com André Lessa e com Ana Paula Anzzelotti (@ana_anzzelotti) – que não trabalha com uma assessoria e também afirma que não se identifica com o título de “influenciadora”.

“Não crio conteúdo para influenciar pessoas a fazerem ou consumirem o que eu quero, crio conteúdo para que a pessoa conheça melhor sobre aquilo que estou falando. Por exemplo, a pessoa fica ouvindo dizer que não deve consumir açúcar mas não faz ideia do porquê. Acho gratificante que ela encontre meu conteúdo explicando o porquê disso”, explica.

André Lessa não começou como influenciador, mas acabou se tornando uma figura de influência depois de fazer trabalhos na televisão – para ele, o universo ainda é novo, mas já se preocupa em levar conteúdo de qualidade para seus 50 mil seguidores no Instagram. “Atualmente, eu fecho diversas parcerias e isso é algo incrível. Ver marcas querendo postar no meu feed, ou stories, mostra que estamos no caminho certo e que estamos criando algo maravilhoso”, afirma Lessa.

Para Priscilla, a relação entre os influenciadores e as marcas tem melhorado e as parcerias podem ser uma saída benéfica para os dois lados e, também, para a valorização do mercado. “A collab é a melhor maneira de elevar o nível e mindset de todos os envolvidos. Aliás, nada mais é que a velha e boa parceria. Tanto os veículos de comunicação como empresários e marcas estão entendendo isso com mais clareza e apostando realmente nas campanhas”, diz.

Reconhecimento
Os microinfluenciadores são tão importantes nas estratégias de comunicação quanto creators que têm milhões de seguidores. Em alguns casos, o grau de engajamento deles é até superior.
“Pensando justamente na importância desses profissionais lançamos também o Prêmio Microinfluenciadores Digitais mais Relevantes do Brasil, que terá sua segunda edição agora em janeiro de 2020, além da sexta edição do Influent Minds – Fórum sobre Marketing de Influência, voltado exclusivamente para os negócios com microinfluenciadores”, adianta Márcio Cardial, publisher da Negócios da Comunicação e diretor do Cecom – Centro de Estudos da Comunicação.