_mg_1572-ca%c2%b3pia

Como a inovação digital é estimulada (e estruturada) dentro da MSP?
O mercado digital para mim era uma novidade. Quando começamos a mergulhar nesse mundo minha primeira atitude foi me cercar de pessoas jovens. Hoje, eu tenho um grupo focado apenas nos nossos trabalhos para esse mercado: redes sociais, YouTube e aplicativos.
Dentro da MSP tudo é pensado para ser digital, nós ouvimos muito essa garotada e, claro, eles também trabalham dentro dos princípios da empresa, sem perder a essência e respeitando a marca que é tão tradicional e querida pelo público.

Como está a parte de desenvolvimento de jogos e apps pela MSP?
A Mauricio de Sousa Produções ainda está crescendo nessa área, nós já temos alguns aplicativos como os jogos Corre Chico Bento, Neymar Quest e o Caixa de Quadrinhos, que é um acervo de revistas publicadas desde a década de 1980. Nós ainda temos muito que crescer nessa área e com certeza faz parte dos nossos objetivos para o futuro.

O que estimulou o desenvolvimento da Mônica Toy e como ela se traduz em sucesso para a marca?
Mônica Toy é um formato novo, essa foi a primeira família de personagens que já foi pensada para o mercado digital e internacional. É uma série em 2D com foco no público jovem, são animações de 30 segundos dos personagens da Turma da Mônica em versão Toy Art, com linguagem universal. Esse conteúdo é um dos principais responsáveis por termos atingido a marca de mais de 2 milhões de inscritos no nosso canal. Hoje contabilizamos mais de 287 milhões de visualizações por mês nos nossos canais no YouTube, e Mônica Toy responde por uma parte importante dessa audiência.

Como adaptar a evolução dos personagens ao novo contexto digital que as crianças de hoje estão inseridas?
A Mauricio de Sousa Produções sempre acompanhou a evolução tecnológica, pois queremos estar onde estão nossos fãs, e hoje eles estão em todas as plataformas. Inclusive, temos o aplicativo Caixa de Quadrinhos que oferece acesso a todo o acervo de revistas publicadas desde a década de 1980, alguns de forma gratuita e outros mediante assinatura, e também o Social Comics, uma plataforma de streaming para quadrinhos. Isso faz com que os quadrinhos estejam cada vez mais próximos dessa geração que adora tecnologia e também dos fãs da Turminha que vivem em outros países, por exemplo.

Como é hoje a divisão dos produtos da Turma da Mônica?
Temos um trabalho muito forte no impresso e no digital. A Turma da Mônica é o primeiro contato de crianças com o universo mágico das histórias em quadrinhos. Nossos roteiros refletem o dia a dia da criança e pode ser acessado em diversas plataformas.

O impresso ainda se mantém relevante entre os leitores?
Nós somos lideres no mercado editorial com mais de 1 bilhão de revistas vendidas até hoje, o que faz com que sejamos responsáveis por mais de 80% do mercado brasileiro de revistas em quadrinhos infantis. No segmento de livros, a MSP assina mais de 300 títulos (por 25 editoras), que, juntos, vendem milhões de exemplares ao ano, sem contar a presença massiva dos conteúdos Turma da Mônica nos livros didáticos brasileiros.

Quais os principais números de licenciamento da Turma da Mônica hoje?
O licenciamento é uma das maiores forças da Mauricio de Sousa Produções (MSP). Responde por 90% do faturamento da empresa. São mais de 3 mil produtos com 150 parceiros.
Estamos presentes em todos os segmentos: editorial, higiene pessoal, brinquedos, escolar, alimentício entre outros, e estamos crescendo muito no ambiente digital!

Quais os desafios de tornar uma marca multiplataforma sem perder sua identidade?
A Turma da Mônica tem uma história de sucesso. Nosso conteúdo é atual e representa o dia a dia das famílias. Acreditamos que manter nossos principais pilares, como a ética, o respeito às diferenças, a família como base de amor e de segurança para a criança, além de incentivar a amizade e a cidadania, é o principal para conseguirmos atingir esse sucesso em qualquer plataforma.

Quais serão as novidades para 2017?
Nosso foco está na área digital, audiovisual e internacional. Queremos ganhar o mundo!
Ano passado, lançamos o projeto Donas da Rua, que veio de uma necessidade de incentivar as famílias a conversarem sobre a importância do empoderamento feminino com todas as crianças. O projeto, que conta com apoio da ONU Mulheres, tem no digital seu ponto central, com o portal www.turmadamonica.com.br/donasdarua e postagens nas redes sociais. Estamos recebendo depoimentos emocionantes de meninas e mulheres que contam o que as fazem se sentir donas da rua. Também estamos trabalhando em uma nova série animada, O Bairro do Limoeiro.
Nessa nova série, o mundialmente famoso bairro, que sempre foi palco das aventuras da Turminha, terá de sobreviver à “normalidade” dos planos cada vez mais infalíveis do Cebolinha, das coelhadas da Mônica, das eternas acrobacias do Cascão, da fome da Magali e das invenções do Franjinha. Os personagens, que já são conhecidos do público, aparecerão com suas personalidades intensas e hilariantes, com versões um pouco mais enérgicas e atualizadas da Turminha clássica que conhecemos e amamos. A série será composta por temporadas de 26 episódios de 11 minutos onde toda a Turminha irá se deparar com uma nova confusão.