A Rakuten Digital Commerce, primeira plataforma de comércio eletrônico do Brasil, está na fase final da 3ª edição do Prêmio ABComm de Inovação Digital. A companhia concorre como “Melhor Plataforma”. Por conta de sua atuação decisiva no processo de reposicionamento da companhia no mercado, desde junho do ano passado, René Abe, CEO da Rakuten Brasil, também é finalista do Prêmio, na categoria “Melhor Profissional do E-commerce”.

“É uma honra sermos os finalistas desse prêmio que celebra a inovação digital no e-commerce nacional. A Rakuten nasceu com o propósito de empoderar os negócios e a sociedade por meio da inovação que vem da Internet. É a nossa diretriz máxima e é com extrema satisfação que recebemos o reconhecimento de nossa missão de disseminar a inovação de nossas operações no mercado brasileiro. As primeiras lojas de e-commerce no Brasil foram lançadas pela Rakuten em 1995, quando ainda nos chamávamos Ikeda, e esse pioneirismo mostrado desde o início aliado à mais moderna tecnologia de nossas operações globais proporciona aos nossos clientes o mais completo portfólio de soluções no Brasil para que possam prosperar com otimismo e confiança no futuro”, diz René Abe, CEO da Rakuten Brasil,

O prêmio

Os vencedores nestas e em outras oito categorias serão conhecidos no dia 4 de abril, durante o evento DigitalizeME, em São Paulo, que terá transmissão online. Os internautas podem votar, até a sexta-feira da semana que vem (31), acessando o link:http://www.abcomm.org/votacao.php. Promovido pela Associação Brasileira de Comércio Eletrônico (ABComm), a premiação é realizada desde 2015 e tem como objetivo estimular o desenvolvimento do mercado digital no Brasil, reconhecendo as melhores práticas, empresas e profissionais do setor.

Inovação e Reconhecimento

Diversos fatores contribuíram para este reconhecimento do mercado. Famosa por ‘inventar’ o e-commerce no Japão, a companhia trabalha no Brasil fornecendo plataformas para e-commerce, tanto para grandes marcas, como Panasonic e Hope, quanto para pequenos e médios lojistas. Essas PME’s estão se empoderando cada vez mais por meio do ecossistema global da Rakuten adaptado ao Brasil.

Com a desaceleração recente da economia, a Rakuten Brasil aproveitou para desenvolver uma linha totalmente inovadora de produtos e serviços. Esse portfólio de soluções permitiu um crescimento do marketshare, fazendo a companhia dobrar a base de clientes instalados nos últimos dois anos no país. E o cenário positivo se observa também fora do Brasil. Mostrando que aposta na evolução de diferentes mercados, a Rakuten tem investido em grandes empresas mundiais.

Nos últimos anos, a companhia adquiriu parte das ações da Lyft, uma das pioneiras na economia de compartilhamento de passeios, investiu na Cabify, app espanhol de transporte urbano, comprou o Viber, aplicativo de mensagens instantâneas e também passou a deter 100% das ações do Kobo, leitor de livros digitais que possui um dos maiores catálogos de e-books, revistas e jornais do mundo. Com essas iniciativas, a Rakuten fortalece seus valores globais, promovendo a inovação.